Crônicas e Poemas, Projetos, Projetos & Trabalhos, Querido Diário, Slide, Sobre Amores & Partidas

Sinta-se; Voe.

28 de junho de 2016

Eu resolvi dar espaço para textos simples, sem floreios, diretos e num Português bem mais acessível. Pensando numa forma mais suave para fluir o que desejo passar, comecei a postar algumas crônicas, pensamentos, imagens, músicas (qualquer material) que visa ajudar o outro de alguma forma.

Eu fui uma adolescente cheia de problemas, conflitos e perdas, e o que mais me deixava sufocada e perdida era a ausência de alguém capaz de entender as minhas dores e angústias. Aqui estou. Eu lutei e consegui juntar uma mala de força, energia positiva, e, claro, quero dividir com vocês. Se estiver precisando de ajuda, se acha que sua vida não tem sentido, estou aqui. Vamos conversar. Eu vou conseguir estender minha mão até você.

Aqui está o primeiro texto.


Vem cá!
Eu sei que há muita coisa doendo aí dentro de você, não é? E simplesmente não entende como é possível suportar tanta dor. Parece que irá sufocar, não é mesmo? Você se questiona se há relevância em tanta dor, afinal, alguns dizem que é puro drama de sua parte, ou, “vai passar logo”.
Mas não passa, certo? E num determinado momento você acaba se fechando, evita procurar alguém para conversar por vergonha do que pensarão, como irão diminuir toda a sua agonia, dor… Tudo bem, eu entendo você. EU ENTENDO VOCÊ.
Vamos por partes!
Respire fundo. Um passo de cada vez e tudo ficará mais claro.
Não tenha medo da noite, algumas pessoas nasceram para ser assim, não se tem muito o que fazer; seria como lutar contra a sua natureza. E quem disse que ser noite é ruim? Não, não é. Há beleza em tudo criado por algo (ou Alguém) acima de todos nós.

Imagem retirada do site https://www.pexels.com/ - direitos liberados.

Imagem retirada do site https://www.pexels.com/ – direitos liberados.


Respirou fundo? Ótimo. Agora pense junto comigo:
‘Eu estou caminhando mesmo com toda essa carga em minhas costas. Eu sobrevivo (mesmo que sobreviver não seja a forma mais saudável de levar a vida) um dia de cada vez. Eu pego ônibus lotado de desconhecidos, encontro rostos que não me olham, conversas perdidas no ar… Eu vivo, não é?’
Se você conseguiu chegar até aqui com toda essa dor aí dentro, como pode se sentir pequena? Você é mais forte do que pensa, meu bem.
Talvez você esteja lendo este post e pensando “ela não me conhece” ou “ela não sabe da minha vida toda”, e não preciso CONHECER você para SENTIR VOCÊ. Não pense bobagens – muda-se os atores, o contexto ainda é o mesmo. E, não, eu não salvarei você (quem disse que você precisa de salvação?), mas darei minha empatia, meu abraço sentimental, um ombro amigo. Eu escrevo agora por VOCÊ, só POR VOCÊ que precisa ler tais palavras. Concentre-se, ok?
NÃO DESISTA. Afaste os pensamentos ruins. Procure ajuda. Sempre haverá alguém disposto a segurar tua mão e caminhar ao teu lado, mesmo por estradas distintas.
Só… não desista. Você tem o direito de ter a vida que sempre desejou. Tire todo esse peso desnecessário de tuas costas e se deixe criar asas. Comece a voar… (eu acredito!)
Há muito amor no mundo, só está procurando no lugar errado. Olhe para dentro, sinta você – inegavelmente o mundo te amará de volta.
SEJA AMOR. Siga amando.

Gostou? Compartilhe!

You Might Also Like

No Comments

Deixe uma resposta